· 

Riscar o Património com os Urban Sketcher de Torres Novas

Depois de uma semana a pintar, iniciei o fim de semana com sketch. Mais precisamente o urbansketch com o Riscar o Património. E fui riscar para Torres Novas. Na biblioteca deles. :) Para quem não conhece estas andanças, continua por aqui pois passo a explicar. 

É como o quadro explica: Marca-se o ponto de encontro em determinado local. E lá esta a primeira foto á direita, nós todos a encontrarmo-nos.
Como somos um viciados em desenho logo logo queremos começar a desenhar. Como existia neste caso um edifício de referencia, a biblioteca. este deveria de ser motivo principal de todos os desenhos. E logo o lápis começou a trabalhar. 
E depois? Depois temos os inesperados e imprevistos que vêm sempre no "bolo urbansketcher". E hoje foi mais inesperado  que imprevisto. Fui para um encontro de sketcher com somente um lápis, mais precisamente, meio lápis 2B, nenhuma borracha ou outra coisa que pudesse apagar e sem afia., É que depois de desenhar umas duas horas a ponta do lápis tem tudo menos definição.
Mas lá me desenrasquei! 
Em Torres é gente que gosta de um bom almoço. E como só se almoça bem em casa o de tarde não há evento. Por isso no final da manhã reunimos de novo, desta vez para mostrar as nossas habilidades com o lápis e pincel a uns e a outros.

Terminamos com a fotografia do grupo junto algo de referencia ao dia. Para mais tarde recordar. E um com um até á próxima! Ou Vens no próximo sábado? 

Por mim e depois desta abstinência forçada de urbansketcher até não correu mal com três desenhos para oferecer para o Riscar Património. Depois de 7 meses de confinamento forçado devido ao coronavirus sabe bem um passeio destes. 

Mais informação para os mais cuidadosos e que estejam com vontade de experimentar isto de andar por ai a desenhar. Sim as mascaras e o distanciamento também estiveram presentes e o álcool gel também, falo por mim!

Hoje com um descanso de bd dos Agaricuanos :D Até prá semana!